Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival Cine PE 2017 (Mostra Curtas PE). Estreias em 2017: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa da Macondo Filmes/SP); “Causa Mortis” (curta da LRJ Filmes/PE), “Sob Pressão” (série da Rede Globo/ direção: Andrucha Waddington) e “África da Sorte” (série da TV Brasil/direção: Renata Pinheiro). Brenda está nos longas "Todas as Cores da Noite" (Pedro Severien), "As Melhores Coisas do Mundo" (Laís Bodanzky), "Sangue Azul" (Lírio Ferreira), "Bruna Surfistinha" (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão "A Mulher do Prefeito" (Rede Globo), "Beleza S/A" (GNT), "9mm SP" (Fox), "Somos Um Só" (TV Cultura). Também é apresentadora e videomaker. Protagonizou comerciais e videoclipes musicais. Estudou no Teatro Escola Macunaíma/SP; atuou em comédias, musicais, infantis e dramas. Foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida!”. É formada em Comunicação Social pela Faculdade Oswaldo Cruz/SP, cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

30 de abril de 2013

Olha a HIDROTELA!

Olha a HIDROTELA
Brenda Ligia na HIDROTELA ("Espelho da Cidade"). Foto: Antonio Melcop
"ESPELHO DA CIDADE": uma declaração de amor ao Recife. Um espetáculo de luz, cores, sons, imagens e imaginação. Um momento mágico na cultura recifense! 
(Foto tirada nos arrecifes do Porto do Recife, em frente ao Marco Zero. Ao fundo, monumento que marca o início do século 21, de autoria de Francisco Brennand: Coluna de Cristal, com 32m de altura)

-Saiba mais em: http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2013/04/hidrotela-e-uma-das-novidades-na-2-edicao-do-recife-antigo-de-coracao.html

27 de abril de 2013

Espelho da Cidade

Nosso amigo Regi Melcop teve uma ideia: criou uma hidrotela gigante. É uma imensa cascata de água que vira "cinema": vai jorrar espetáculo de luz, cor, som e imagem. Bonito de se ver... poesia. E eu, contente por ser apresentadora do vídeo exibido nesse momento mágico da cultura recifense, falando do amor por essa cidade que inunda tantos corações. Bóra? Vai ser em frente ao Parque de Esculturas Brennand, quando a tardinha cair e a hora mágica planar. E se chover? E se ventar? O importante é acreditar. Lúdico!
Gravação "Espelho da Cidade"

25 de abril de 2013

Desafio Minas

Foto: Bruno Loureiro
Sou apresentadora da campanha de TV que está no ar em todo o estado de MG: Desafio Minas.

Seguem trechos dos 5 programas.

Desafio Minas 2013-apresentadora Brenda Ligia

Direção: Pablo Nobel
Take único!
Gravando!



Ensaio

Noite de ensaio, chuva e lua cheia no teatro... um templo!

Do palco do Teatro Barreto Júnior (Recife)
Estamos ensaiando o espetáculo "As Confrarias", do grande autor Jorge Andrade. Nossa estreia será em pouco mais de um mês: em junho. 

O que me enriquece no processo com o mestre diretor Antonio Cadengue, é que o trabalho surge do mergulho passional na pesquisa histórica, e isso é um presente para o ator! Aprendo todos os dias com sua verdade, inteligência e sensibilidade! Me sinto abençoada por voltar aos palcos sob seu olhar. 

Sobre Jorge Andrade (o Garrincha da dramaturgia brasileira, o Shakespeare do café paulista!): seu discurso histórico com literatura dramática me transformou em outra mulher (mineira). Agora sei mais sobre as tensões da sociedade no século XVIII do que aprendi na escola, na faculdade... só agadeço. E sorrio. Sobretudo em noites como essa: de ensaio, chuva e lua cheia.

23 de abril de 2013

Teatro, Cena e Crítica

Teatro, Cena e Crítica: Nelson Rodrigues/ Seminário Pernambuco (Teatro Marco Camarotti)
Curso com Fátima Saadi (RJ)/ Sesc PE (realização: Rudimar Contâncio/ coordenação: Antonio Cadengue)

A moralização típica da comédia de costumes e do melodrama transforma-se em discussão moral ou discussão da moral.
Curso intensivo com F.Saadi, com espetáculos, conferências, palestras e debates com outros especialistas no tema.

Acima, os planos "Alucinação", "Memória" e "Realidade", no palco do Teatro Marco Camarotti, em Recife. 
Mergulho intenso nos estudos de procedimentos como a síntese, o jogo de versões, a desconstrução do senso comum, o traço forte do grotesco e a vertiginosa rapidez da ação. 

Mestre e Diretor Antonio Cadengue no Teatro Marco Camarotti
Nelson Rodrigues 
 TEATRO DESAGRADÁVEL, por Nelson Rodrigues (outubro de 1949)
"No meu exagero, dividia os nossos autores em duas classes: a dos falsos profundos e a dos patetas. Esta última sempre me pareceu a melhor, a mais simpática. Recebi, muitas vezes, este conselho:'Você precisa perder a mania de ser gênio incompreendido!'.
Enveredei por um caminho que pode me levar a qualquer destino, menos ao êxito. Que caminho será esse? Respondo: de um teatro que se poderia chamar assim - desagradável. Numa palavra, estou fazendo um "teatro desagradável", peças desagradáveis. E por que peças desagradáveis? Segundo já se disse, porque são obras pestilentas, fétidas, capazes, por si só, de produzir o tifo e a malária na platéia.
Peçam tudo, menos que eu renuncie às atrocidades habituais dos meus dramas. Considero legítimo unir elementos atrozes, fétidos, hediondos ou o que seja, numa composição estética. Qualquer um pode, tranqüilamente, extrair poesia de coisas aparentemente contra-indicadas. E continuarei trabalhando com monstros. Quando escrevo para teatro, as coisas atrozes e não atrozes não me assustam.
Quando se trata de operar dramaticamente, não vejo em que o bom seja melhor que o mau. Passo a sentir os tarados como seres maravilhosamente teatrais. E no mesmo plano de validade dramática, os loucos varridos, os bêbados, os criminosos de todos os matizes, os epiléticos, os santos, os futuros suicidas. A loucura daria imagens plásticas e inesquecíveis, visões sombrias e deslumbrantes para uma transposição teatral!" (trechos)

Ensaio fotográfico- atriz Brenda Ligia 2013

Ensaio fotográfico- atriz Brenda Ligia 2013

Modelo, Figurino, Maquiagem: Brenda Ligia (atriz, apresentadora)
Fotógrafo: Edson Kumasaka
São Paulo/ 2013
Making of: Arthur Miguel 

15 de abril de 2013

Mais Cultura!

Há 3 anos, desde que vim morar no Recife, tenho testemunhado uma efervescência cultural exemplar: destacam-se as produções cinematográficas, o cenário musical, as montagens teatrais... Esta semana começo o curso "Teatro, Cena e Crítica", ministrado por Fátima Saadi (dramaturga, mestre e doutora), juntamente com o seminário "Nelson Rodrigues: Texto e Cena", com palestrantes renomados como Antonio Cadengue (meu caro diretor de teatro com quem ensaio o espetáculo "As Confrarias", de Jorge Andrade/ estreia em junho: tcham tcham tcham tcham!). Estudar é sempre um presente: uma oportunidade de andar pelo bom caminho, absorver conhecimento e fertilizar a mente, a alma, e tudo o que inspira vida. Meus agradecimentos a Rudimar Constâncio (pois sem ele, isso não seria possível); e ao eterno Nelson Rodrigues, o maior dramaturgo que já existiu. 
Nelson Rodrigues: Texto e Cena (Teatro Marco Camarotti, Recife)

10 de abril de 2013

A Vida é Agora

Depois de viajar a trabalho por mais de dez cidades mineiras, chegamos à última etapa: Itumirim, sul de Minas. Pela janela em movimento, meus olhos varriam as ruas de paralelepípedos: crianças caminhavam pra escola, mulheres abriam o comércio, homens guiavam viaturas. Respiro (verde), paz (interior). Então notei, na lomba do passeio, um ser pequenino e leve que flutuava pela cidade: uma senhora mirim. Queria carregá-la no colo, pensei, sorrindo. Que linda... sumiu no bolo de gente.

Mas atração é lei: enquanto a equipe descarregava na locação, fui andar na praça à frente. Como mágica, dei de cara com ela (a senhora mirim), e meu coração saltou pela boca em forma de sorriso.

-Oi, tudo bem? Como é o nome da senhora? 
-Rosária. E o seu, fia? 
-Brenda. Prazer, Dona Rosária.
-Prazer, Brenda.
-Eu vi a senhora andando perto do mercado, e quis pegar a senhora no colo.
-Ah, fia, pode pegar, que eu tô custando a andar. 
-Sério? Não vai quebrar nenhum ossinho da senhora? 
-Não, fia. Minha neta me carregava todo dia. Eu gosto. Pó pegá. 

Então acomodei Dona Rosária em meus braços, sob efeito cadeirinha. Ela, fofa, deu um impulso pra cima, como quem tenta voar. Leve, subiu. Riu do tamanho do rio Capivari, ainda mais perto do azul do céu (de poucos dentes e muitas estrelas). Sussurou o nome da neta (pausa); e ficamos as duas ali, estáticas na menor distância entre as batidas de dois corações. Nos olhinhos úmidos da senhora, aquela lágrima era a saudade; por isso não cai. 

B.L.

"A Vida é Agora" (Eckhart Tolle)

Carregando a Dona Rosária no colo (praça de Itumirim, MG)

4 de abril de 2013

Missão cumprida

"A arte liberta" - atriz Brenda Ligia
Gratificante é a sensação de missão cumprida! Acabei de gravar uma campanha grande para a TV, que envolvia diversas cidades de Minas Gerais (e também uma diária em SP). Em breve irá ao ar, então poderei postar aqui os links. Visitei e conheci muitas cidades do interior de Minas Gerais, e, sem dúvida, foi uma experiência enriquecedora. Meu estado natal tornou-se ainda mais presente no meu coração... Minas é, sim, um estado de espírito! Gravei nas seguintes cidades: Belo Horizonte, Serro, Diamantina, Presidente Kubitschek, São Paulo, Patos de Minas, Coromandel, Douradoquara, Uberlândia, Lavras e Itumirim... ufa! Valeu!

Cidades pelas quais passamos para as gravações