Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia, atriz. Estreias em 2017: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa da Macondo Filmes/SP); “Causa Mortis” (curta da LRJ Filmes/PE), “Sob Pressão” (série da Rede Globo/ direção: Andrucha Waddington) e “África da Sorte” (série da TV Brasil/direção: Renata Pinheiro). Brenda está nos longas "Todas as Cores da Noite" (Pedro Severien), "As Melhores Coisas do Mundo" (Laís Bodanzky), "Sangue Azul" (Lírio Ferreira), "Bruna Surfistinha" (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão "A Mulher do Prefeito" (Rede Globo), "Beleza S/A" (GNT), "9mm SP" (Fox), "Somos Um Só" (TV Cultura). Também é apresentadora e videomaker (roteiriza, dirige e monta curtas autorais). Protagonizou diversos comerciais e videoclipes musicais. Estudou no Teatro Escola Macunaíma/SP; atuou em comédias, musicais, infantis e dramas. Foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida!”, de Ana Maria Gonçalves, no Auditório Ibirapuera (nov/16). É formada em Comunicação Social pela Faculdade Oswaldo Cruz/SP, cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

VideoMaker BrendaLigia

Aqui Jaz (2017) * curta-metragem de Brenda Ligia Miguel (Mexerica Filmes).
ESTREIA 29 de junho, quinta-feira, às 19:30h no Cinema São Luiz (Recife), no festival Cine PE 2017.

Estreia internacional em fevereiro/2017 no iPhone Film Festival, em Beverly Hills (CA, EUA). 

Sinopse: À sombra de uma morte violenta, mulher isolada em apartamento mergulha numa viagem ao seu inconsciente, oscilando entre o pânico e o delírio. 
Roteiro, Direção, Edição e Performance: Brenda Ligia Miguel
Câmera: Marcelo Pinheiro 
Música: Jean-Jacques Lemêtre

Aqui Jaz, curta de Brenda Ligia, tem estreia internacional nos Estados Unidos

BRENDA LIGIA também assina direção, roteiro e montagem de outros três curtas:

-“Rabutaia” (2014), documentário que recebeu prêmio especial na Mostra Competitiva de curta-metragem do festival CinePE e estreou em festival de cinema independente nos Estados Unidos (Golden Orchid);

-“Vamos abraçar o sol” (2013), curta experimental exibido no Festcine (Cinema São Luiz); 

-“Paris a Gosto” (2009), curta-metragem rodado em Paris e exibido no Cinema MATILHA CULTURAL(São Paulo). 

TRABALHO (contato): brenda.ligia@hotmail.com

Mais sobre RABUTAIA:

"Pura linguagem e pura política. Amei". 
Luiz Carlos Merten sobre RABUTAIA (Estadão/SP)

"'Rabutaia' foi um dos poucos filmes que conseguiram se destacar no festival".
Carlos Helí de Almeida (O Globo/RJ)

"RABUTAIA".
Direção, Roteiro e Edição: Brenda Ligia.
Com: Gilson Silva, Diva Miguel e família.
Direção de Fotografia: Marcelo Pinheiro.
Color Grading: Cristiano Lemos.
Música: Gustavo Da Lua e Ricardo Miguel.

SINOPSE: Mergulho no caldeirão de memórias de Gilson Silva: brasileiro, casado e letrado, que ama e é amado, bem humorado, barbado... trocando em miúdos, ‘a carne mais barata do mercado’. Filme em português do Brasil: contém violência, comida, samba, doença, carnaval, intervenção cirúrgica, vergonha, perspicácia e, sobretudo, muita rabutaia.


(ENGLISH SUBTITLES / LEGENDAS EM INGLÊS)
RABUTAIA (direção, roteiro e edição: Brenda Ligia) from Brenda Ligia on Vimeo.

-Prêmio Especial Link Digital no festival de cinema CINE PE 2014
http://www.cine-pe.com.br/pt/imprensa/confira-a-premiacao-desta-noite
-Estreia internacional com exibição no Golden Orchid International Festival em 2014 (Pensilvânia, E.U.A.).
goiaf.com/news.html

******************

"RABUTAIA" em estreia internacional
Nosso filme "RABUTAIA" teve estreia internacional! Foi exibido no "Golden Orchid International Festival", nos Estados Unidos (Pensilvânia), concorrendo com outros curtas da Alemanha, Espanha, Egito, França, Inglaterra, Noruega, México, Itália... e a gente lá!
"Rabutaia" (direção, roteiro e montagem de Brenda Ligia) estreia nos Estados Unidos.

Synopsis: "Rabutaia" (English subtitles) is an immersion in the memories of the Brazilian man Gilson Silva, whom, when young, in the 70's, used to have black power hairstyle and dance to Michael Jackson's songs. He got to know racism and faced its scars in the best possible manner, finding love for work and for his family. For years, army in charge dictated military barracks to Brazilian people. In Rabutaia, however, the character's family honors national anthem and flag as patriotic symbols, in their own way, making it all end up in samba and party with the cadence of the people. It's pure speech and politics.

"Ah!" em estreia internacional
 
O curta-metragem experimental "Ah!" (Direção, Roteiro e Edição: Brenda Ligia/ no qual também atua) foi selecionado para o Feria Internacional de Cine de Manizales FICMA, festival de cinema internacional que acontece na Colômbia, de 29 de julho a 2 de agosto de 2014.
O filme é baseado na música "Ah!" da banda os poETs
O FICMA está em sua 5ª edição, acumula público de mais de 4 mil pessoas, e sua seleção oficial da Mostra Internacional tem filmes (longas e curtas) do Japão, França, Rússia, Itália, Espanha, Cuba, Índia, Suíça, Alemanha, Brasil... entre outros.
Link da seleção oficial: http://www.ficma.co/info/seleccion-oficial/

ASSISTA "Ah!", de Brenda Ligia


Ah! from Brenda Ligia on Vimeo.


Como cineasta (roteirista, montadora e diretora), Brenda Ligia exibiu seu primeiro curta-metragem "Paris a Gosto" (gravado em Paris) em 2009, no cinema Matilha Cultural, em São Paulo. 
"Vamos Abraçar o Sol", seu segundo curta-metragem, foi selecionado e exibido na 15ª edição do Festival de Curtas de Pernambuco (FestCine), no Cinema São Luiz (Recife), em 2013. 
"Rabutaia", seu terceiro curta-metragem (documentário), foi selecionado (entre mais de 300 títulos inscritos, nacionais e internacionais) para a 18ª edição do Festival do Audiovisual Cine PE 2014, onde teve destaque recebendo o Prêmio Especial da Link Digital. Também teve estreia internacional nos Estados Unidos (Pensilvânia).
Seu mais recente curta-metragem experimental, "Ah!", também teve estreia internacional; foi exibido no Festival de Cinema FICMA, em Manizales, Colômbia, em 2014.   

Brenda Ligia, cineasta entrevistada no Cine PE 2014
Esta diretora despretensiosa diverte-se com seus filmes autorais divulgados no canal Mexerica Filmes, que já acumula mais de 202.398 visualizações em quase 200 vídeos.
Agradecendo o prêmio no Festival Cine PE
"Rabutaia", de Brenda Ligia, recebe Prêmio Especial no Festival Cine PE 2014
Publicações nacionais que destacaram "Rabutaia", de Brenda Ligia:
A cineasta Brenda Ligia apresenta seu Rabutaia no Cine PE
"Assisti na primeira noite do Cine Pe o melhor curta que vi até agora. Vai ser difícil, meio cego como estou, dar conta da beleza de Rabutaia, de Brenda Ligia, sobre o tio dela, Gilson Silva, um personagem maravilhoso. Afrodescendente, ele usava quando jovem aquele cabelo Black Power. Conheceu o racismo, que deixa cicatrizes. Poderia ter virado marginal, quem sabe, mas já vinha de uma família de bem, encontrou uma mulher maravilhosa, Diva Miguel, como ele. Construiu uma família. Numa cena de confraternização, tocam, em ritmo de Samba, o Hino Nacional. Me emocionei tanto que chorei, mas sou um manteiga derretida, vocês sabem. Durante décadas, os militares no poder impuseram ao povo brasileiro um regime de caserna. O hino, a bandeira, como símbolos pátrios, só podiam ser reverenciados do jeito deles. E ali o hino vira motivo de festa, na cadência do povo. Pura linguagem e pura política. Amei."
"Dos cinco títulos exibidos na Mostra Pernambuco, apenas “Au revoir”, já premiado em outras contendas, e “Rabutaia”, de Brenda Lígia, conseguiram se destacar dentro de uma seleção marcada por temas envelhecidos e um certo amadorismo técnico e formal.
Delicado retrato de Gilson Silva, um típico cidadão negro brasileiro, que relata com muito bom humor sua relação com a mulher, a família, a educação e o racismo no país, “Rabutaia” é arrematado por um paralelo com a tragédia de Cláudia Silva Ferreira, a carioca que morreu depois de levar um tiro e ser arrastada por um carro da PM, no em março deste ano, no Rio.
O curta de Brenda Lígia termina com uma pintura da auxiliar de serviços gerais, moradora de uma comunidade de Madureira, vítima da ação policial que chocou o país, em homenagem explicitada pela diretora ao apresentar seu filme, no palco do Cine Teatro Guararapes.
– Dedico essa sessão a todos os Silvas deste país, em especial a uma mulher, negra, pobre e favelada, Cláudia Silva Ferreira – reforçou a diretora, arrancando aplausos da plateia." 
"Outro curta a agradar foi Rabutaia, de Brenda Lígia. Um documentário simpático e despretensioso feito a partir das memórias de Gilson Silva, um cidadão brasileiro comum. O personagem é cativante, interage bem com a câmera e a montagem bem resolvida, a partir da fala de Gilson e de fotos suas ao longo da vida, consegue dar o recado pretendido pela realizadora."
"Acho que estaria sendo desonesto comigo mesmo se disesse que os júris da primeira premiação do Cine PE, tendo coisas muito melhores para escolher, fizeram sempre as piores (escolhas). Mas a minha premiação, confesso, teria sido muito diferente. Au Revoir, de Milena Tirnes, ganhou os prêmios de filme e direção na Mostra Pernambucana. Sorry, Milena, mas os meus premiados teriam sido Rabutaia e a diretora Brenda Lígia – o filme ficou só com o Prêmio Especial Link Digital".
http://blogs.estadao.com.br/luiz-carlos-merten/primeiros-premios

OUTROS CURTAS EXIBIDOS NOS CINEMAS 
(sob direção de Brenda Ligia)
A cineasta Brenda Ligia apresenta
"Vamos Abraçar o Sol" no Fest Cine 2013
Diretores apresentam seus filmes no Fest Cine 2013


  • "Paris a Gosto" (gravado em Paris) em 2009, exibido no cinema Matilha Cultural, em São Paulo. 
    Paris a Gosto, filme de Brenda Ligia
    Duração: 27min e 27s
    Sinopse: No ano da França no Brasil, a atriz multimídia Brenda Ligia percorre as ruas de Paris interagindo com a cidade e mostrando tudo tal como é, sob sua ótica pessoal e particular. Percorre roteiros tradicionais (torre Eiffel, Arco do Triunfo, Louvre, Notre-Dame) de forma alternativa, tendo as atrações de Paris sob um olhar  particular, ressalatando, é claro, as pessoas que ali transitam. Brenda Ligia fez tudo sozinha: viajou por conta própria, gravou tudo que pôde, entrevistou pessoas, editou o filme, e agora exibe-o ao público no Cinema Matilha Cultural."
Na apresentação do curta-metragem, a atriz apresentou um esquete de comédia ao público presente.

Esquete de comédia da atriz e cineasta Brenda Ligia
durante a exibição de Paris a Gosto /Cinema Matilha Cultural

Brenda Ligia é atriz, cineasta, montadora, apresentadora, publicitária, professora de inglês, mulher, negra e mãe.

Nenhum comentário: