Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival CinePE 2017. Estreias: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa/ Macondo Filmes SP); “Causa Mortis” (curta/ LRJ Filmes), “África da Sorte” (série/ TV Brasil), “15 Segundos” (longa/ prod.: Antonio Fagundes). Brenda está nos longas “Todas as Cores da Noite” (Pedro Severien), “As Melhores Coisas do Mundo” (Laís Bodanzky), “Sangue Azul” (Lírio Ferreira), “Bruna Surfistinha” (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão “Sob Pressão” (Rede Globo), “A Mulher do Prefeito” (Rede Globo), “Beleza S/A” (GNT), “9mmSP” (Fox), “Somos Um Só” (TV Cultura). Formada em Comunicação Social na Faculdade Oswaldo Cruz/ SP. Cursou Técnico Profissionalizante em Teatro no Teatro Escola Macunaíma/SP. Em Teatro, foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida”. Cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). Idiomas: Português, Inglês, Francês. Publicidade: Vivo, Santander, Sebrae, Coca-Cola, Mc Donald’s, Nossa Caixa, Nestlé, Nextel. Também APRESENTADORA e videomaker. CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

1 de maio de 2012

Cruel


Reynaldo Gianecchini, Maria Manoella e Erik Marmo, após apresentação de Cruel

A amiga Maria Manoella está no elenco do espetáculo Cruel, dirigido por Elias Andreato, e encerram temporada no teatro FAAP após tremendo sucesso aqui em São Paulo.  
Ontem fui prestigiá-la e... ah! Como gostei do que vi... simplesmente sensacional! Fiquei hipnotizada pelos atores e suas interpretações precisas. Não piscava os olhos para não perder uma única expressão sequer. Tudo muito rico, intenso e forte!
Erik Marmo e Gianecchini estão bem; este último agrada bastante com uma arrogância que é perfeita para a crueldade da peça. E reinando com elegância na atuação e na trama, ela, Maria Manoella. Forte. Talentosa. Brilhante! Com a dose perfeita de drama, a musa segura a história do começo ao fim. Linda de se ver!
 
Ouvia-se a respiração da plateia do Teatro FAAP. Eu estava magnetizada enquanto assistia atentamente... cada gesto, olhar e fala daqueles personagens instigava ainda mais a batalha travada em cena, com profissionais que claramente AMAM estar ali e o fazem com seriedade e competência.
Um espetáculo GENIAL e inteligente. Lindo de se ver. E tem final forte, chocante, que mexe com a gente e deixa a mensagem. VALEU! Amei, Manu. Sou sua fã, menina!

Nenhum comentário: