Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival CinePE 2017. Estreias: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa/ Macondo Filmes SP); “Causa Mortis” (curta/ LRJ Filmes), “África da Sorte” (série/ TV Brasil), “15 Segundos” (longa/ prod.: Antonio Fagundes). Brenda está nos longas “Todas as Cores da Noite” (Pedro Severien), “As Melhores Coisas do Mundo” (Laís Bodanzky), “Sangue Azul” (Lírio Ferreira), “Bruna Surfistinha” (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão “Sob Pressão” (Rede Globo), “A Mulher do Prefeito” (Rede Globo), “Beleza S/A” (GNT), “9mmSP” (Fox), “Somos Um Só” (TV Cultura). Formada em Comunicação Social na Faculdade Oswaldo Cruz/ SP. Cursou Técnico Profissionalizante em Teatro no Teatro Escola Macunaíma/SP. Em Teatro, foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida”. Cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). Idiomas: Português, Inglês, Francês. Publicidade: Vivo, Santander, Sebrae, Coca-Cola, Mc Donald’s, Nossa Caixa, Nestlé, Nextel. Também APRESENTADORA e videomaker. CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

3 de maio de 2012

Dancehall

Da época em que eu fazia faculdade e morava em Trinidad & Tobago, no Caribe, restou a herança musical de gostar de ragga (ragga não é reggae). Depois, quando voltei pro Brasil e comecei a frequentar festas paulistanas com amigos, descobrimos dj's que tocavam somente o melhor do dancehall em São Paulo. Só raridades... nos extintos Balafon da Higienópolis, Soweto de Pinheiros, Casa da Angélica, Jive da Caio Prado, Susi in Transe do centrão... nostalgia! E essa semana tive o privilégio de estar na cidade justamente no dia da melhor festa de música jamaicana e suas vertentes: a festa FRESH (no Espaço Zé Presidente, em Pinheiros). Nunca dancei TANTO na vida! Matei a saudade. A pista ferveu. As meninas em peso, dançando na pista, de olhos fechados. Meu amigo dj Magrão (junto com os também ótimos djs Stranjah e Fepa) me impressionou com hits e obscuridades musicais que eu nunca tinha ouvido... tudo com o bom e velho vinil, muita elegância e máximo respeito!
Uma festa onde as pessoas vão PARA DANÇAR, curtir a música excelente e se divertir ao máximo! Eu gosto assim. E gravei este vídeo... estrelando, Jimmy Aristak (ou Jimmy the Dancer, das antigas):
 

Nenhum comentário: