Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival Cine PE 2017 (Mostra Curtas PE). Estreias em 2017: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa da Macondo Filmes/SP); “Causa Mortis” (curta da LRJ Filmes/PE), “Sob Pressão” (série da Rede Globo/ direção: Andrucha Waddington) e “África da Sorte” (série da TV Brasil/direção: Renata Pinheiro). Brenda está nos longas "Todas as Cores da Noite" (Pedro Severien), "As Melhores Coisas do Mundo" (Laís Bodanzky), "Sangue Azul" (Lírio Ferreira), "Bruna Surfistinha" (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão "A Mulher do Prefeito" (Rede Globo), "Beleza S/A" (GNT), "9mm SP" (Fox), "Somos Um Só" (TV Cultura). Também é apresentadora e videomaker. Protagonizou comerciais e videoclipes musicais. Estudou no Teatro Escola Macunaíma/SP; atuou em comédias, musicais, infantis e dramas. Foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida!”. É formada em Comunicação Social pela Faculdade Oswaldo Cruz/SP, cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

29 de abril de 2012

Histórias por Telefone

O Théâtre du Soleil ministrou uma oficina de teatro em Recife, da qual tive o enorme prazer em participar.
                              Brenda Ligia, Hermila Guedes e Brunno de Lavor
Nela, reencontrei e conheci figuras incrivelmente maravilhosas, no palco ou fora; dentre elas, o mestre Maurice Durozier, um senhor-ator-francês integrante do Théâtre du Soleil desde antes de eu nascer. Uma honra que ele tenha repartido conosco (através do esplendoroso Coletivo Angu de Teatro) tamanha experiência na arte da interpretação teatral.
                                  Maurice Durozier e Brenda Ligia
Outra figura inesquecível foi a atriz Rita Carelli. Uma moça linda, boneca de porcelana com a força de uma manada, que tem a alma viva e o corpo sempre pronto para o outro. E o teatro É o outro.

Hoje, domingo chuvoso numa São Paulo fresca, sob clima brazuca de pré-feriado, meu irmão fez o favor de nos levar ao Teatro Alfa para assistirmos ao espetáculo infantil "Histórias por Telefone", do qual Rita faz parte. E garanto: é simplesmente a melhor peça infantil que já vi na vida! E não estou falando da qualidade técnica impecável (iluminação, trilha, etc), nem da arte caprichosa, dos figurinos e objetos de cena estilizados, do texto e tema indiscutivelmente poéticos, lúdicos... nem do ritmo acertadíssimo, ou da sincronia coreografada das atrizes lindíssimas... estou falando de algo maior: do mundo mágico ao qual nós, "crianças" (do meu sobrinho/ afilhado que tem 3 aninhos, à esquerda, ao meu irmão que tem 38, à direita) nos transportamos ao assistir Histórias por Telefone.
É de uma beleza de encher os olhos! Queria que aqueles 50 minutos não acabassem mais. Está explicado por que ganharam tantos prêmios (APCA, né?). Rimos do início ao fim! Até meu irmão corintiano admitiu que foi melhor do que ficar vendo jogo na TV! As atrizes são todas excelentes (Cia Delas de Teatro).

E, amiga Rita Carelli, sou sua fã! Saiba que sua energia em cena faz com que seus olhos brilhem tanto, mas tanto (vista da plateia), que meu coração sente um amor pela arte incontrolavelmente maior que o sol... até a chuva parou! Não pare nunca, diretora Carla Candiotto. Muito obrigada, meninas. Vocês são DEMAIS, mesmo.
                                                                 Rita Carelli, uma grande atriz.

Nenhum comentário: