Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia, atriz. Em 2018 estreia na série “Assédio” (Rede Globo), “África da Sorte” (TV Brasil), “Onde quer que você esteja” (longa), “Flores do Cárcere” (longa), “15 segundos” (longa), “Causa Mortis” (curta). Formada na Faculdade de Comunicação Social; curso técnico profissionalizante de Teatro (SP); curso superior na University of the West Indies (Trinidad & Tobago). 6 séries de TV (“Sob Pressão”/ Rede Globo; “A Mulher do Prefeito”/ Rede Globo); em cinema, 7 longas (“As Melhores Coisas do Mundo”/ Laís Bodanzky; “Bruna Surfistinha”); 10 curtas; 9 espetáculos teatrais; 10 campanhas (como apresentadora); 15 comerciais (publicidade, institucionais) e 8 videoclipes. Inglês fluente, francês avançado. Também diretora, roteirista e montadora de 5 curtas: “Aqui Jaz” (prêmio ‘melhor atriz de curta’ p/ Brenda Ligia no CinePE 2017), “Rabutaia”, entre outros. Contato: brenda.ligia@hotmail.com

20 de março de 2014

Que jantar!

Recebemos um presente divino: convite para um jantar especialmente preparado por nosso amigo chef de cozinha croata-chileno Claudio Galvez-kovacic. Mas não era somente um jantar; era a atmosfera que circunda o mundo mágico do anfitrião, um portal que transcende para além dos prazeres gastronômicos... algo muito especial. 

Jantar do chef croata-chileno Claudio Kovacic
Seu lar de janelas abertas por onde respiram plantas cheirando a bem estar... o gato que passa o rabo manhoso nos meus pés descalços... o sofá branco que acolhe e abraça... as velas que mistificam a cozinha banhada ao sabor doce-picante... os vinhos que harmonizam, o papo que diverte, a felicidade que expande a mente e estampa um sorriso no peito. 

Cláudio cozinha como quem brinca de deus; isto alimenta o estômago e a alma da gente. Seu talento na Kovacic A Cozinha encanta tanto quanto sua presença brilhante: o espetaculoso amigo chef é um realmente um espetáculo. OBRIGADA! 

“Uma experiência única de prazer estético e gastronômico envolvendo o uso de todos os sentidos; uma escandalosa pausa coletiva para a redefinição do inusitado a partir de elementos catárticos, extemporâneos, transordinários ou mesmo banais”.

Nenhum comentário: