Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival Cine PE 2017 (Mostra Curtas PE). Estreias em 2017: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa da Macondo Filmes/SP); “Causa Mortis” (curta da LRJ Filmes/PE), “Sob Pressão” (série da Rede Globo/ direção: Andrucha Waddington) e “África da Sorte” (série da TV Brasil/direção: Renata Pinheiro). Brenda está nos longas "Todas as Cores da Noite" (Pedro Severien), "As Melhores Coisas do Mundo" (Laís Bodanzky), "Sangue Azul" (Lírio Ferreira), "Bruna Surfistinha" (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão "A Mulher do Prefeito" (Rede Globo), "Beleza S/A" (GNT), "9mm SP" (Fox), "Somos Um Só" (TV Cultura). Também é apresentadora e videomaker. Protagonizou comerciais e videoclipes musicais. Estudou no Teatro Escola Macunaíma/SP; atuou em comédias, musicais, infantis e dramas. Foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida!”. É formada em Comunicação Social pela Faculdade Oswaldo Cruz/SP, cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

11 de setembro de 2011

Faz dez anos...

Faz dez anos que o grupo Fulanas & Beltranos, do qual eu fazia parte no Teatro Escola Macunaíma, em São Paulo, apresentou o espetáculo teatral Electra Enlutada, de Eugene O'neill (direção de Beto Marcondes). Foi uma das minhas primeiras apresentações nos palcos teatrais.

Escrita em 1931, Electra Enlutada é uma trilogia em 13 atos, que, embora tenha referências à tragédia grega, não perde sua veia cômica ao ser assistida, assim, tanto tempo depois... meu colega ator Deco Camargo, que ressuscitou esse vídeo (caseiríssimo), me deu de presente uma lembrança vagamente boa, quase um novelão mexicano que me rendeu boas risadas. E deu saudade.
Clique aqui para ver o vídeo de um trecho da peça Electra Enlutada, de Eugene O'neill (com Brenda Ligia, Deco Camargo e Vivian Mutti- Teatro Escola Macunaíma, SP, 2001).


PS1.: MINHA PRIMEIRA VEZ (mesmo) nos palcos foi apresentando o espetáculo musical A DANÇA DOS SIGNOS, de Oswaldo Montenegro, no Teatro Dias Gomes (São Paulo). Comecei a fazer teatro aos 15 anos, ainda no Colégio Sion de Higienópolis, e minha primeira personagem foi uma hippie chamada Gereba (!). Era um esquete de comédia, e pela primeira vez senti a delícia de fazer humor no teatro! Abaixo, a foto do elenco... quem sabe alguém ressuscita também o vídeo?

De pé: Bianca Senna, Ciça Magalhães, Cíntia Manzano, Luciana Gordilho, Rafael Bispo, Paula Dias, Brenda Ligia, Pedro Bolle.
Sentados (e semi-agachada): Tatiana Tiziano, Ana Paula Monteiro (melhor amiga a quem dei o apelido de Pupu!), Andrea Sendulsky e Lucila Pougy.
Faltou Daniel Warren, o melhor amigo!

PS2.: Sobre as Torres Gêmeas, não tenho palavras. Aliás: a palavra é de prata, o silêncio é de ouro...

Nenhum comentário: