Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia, atriz. Em 2018 estreia na série “Assédio” (Rede Globo), “África da Sorte” (TV Brasil), “Onde quer que você esteja” (longa), “Flores do Cárcere” (longa), “15 segundos” (longa), “Causa Mortis” (curta). Formada na Faculdade de Comunicação Social; curso técnico profissionalizante de Teatro (SP); curso superior na University of the West Indies (Trinidad & Tobago). 6 séries de TV (“Sob Pressão”/ Rede Globo; “A Mulher do Prefeito”/ Rede Globo); em cinema, 7 longas (“As Melhores Coisas do Mundo”/ Laís Bodanzky; “Bruna Surfistinha”); 10 curtas; 9 espetáculos teatrais; 10 campanhas (como apresentadora); 15 comerciais (publicidade, institucionais) e 8 videoclipes. Inglês fluente, francês avançado. Também diretora, roteirista e montadora de 5 curtas: “Aqui Jaz” (prêmio ‘melhor atriz de curta’ p/ Brenda Ligia no CinePE 2017), “Rabutaia”, entre outros. Contato: brenda.ligia@hotmail.com

9 de abril de 2008

MISSÃO CUMPRIDA!



Aos filantropos que conhecem algum advogado de bom coração (ou que o sejam):

Batizei de Missão Cumprida porque gosto de fazer vídeos (E DAÍ que é no Windows Movie Maker? W.M.M também é gente! Humpf!) - portanto, para mim, a missão está, de fato, cumprida. Afinal, o que mais me resta fazer para ajudar Seu Ivanildo, enfim? Dar-lhe um prato de comida? Suco Tang acompanha? Qual sabor?

Hoje, pela primeira vez não me curvei ao conformismo (velado, abafado, angustiado) com o qual o Sr. Ivanildo é obrigado a lidar, diariamente, cada vez que reflete sobre sua vida. E há reflexão.

E a ele, Sr. Ivanildo, mais um Silva do nosso imenso Brasilzão Véio (clichê?!), não resta opção a não ser carregar consigo, em sua "lomba" (coloquial), a sórdida constatação de sua impotência enquanto cidadão que almeja seus direitos aquém do grito de sua garganta. Sr. Ivanildo não é um artista, propriamente dito. Ele tampouco é catador de lixo. Ele é reciclador: a profissão na nova era. E tudo bem. O planeta agradece. Ele também agradece, a Deus. E só quer receber o que lhe pertence. Pra você, 250 reais. Pra ele, 250 MIL reais.

Sr. Ivanildo talvez tenha se cansado de paliativos e queira ser ouvido. Não merece ser calado com um prato de arroz com feijão, nem com sanduíches de mortadela, apesar de confessar que já fiz isso, sim. Com suco de caju à parte, claro. Missão cumprida, para mim. E agora começa a sua: de enviar para algum advogado... ou para todos.

Mmm... sinto um quê de Lei da Atração, aqui (Ah... e agora, os céticos emitem ruído voraz, em coro!). Falem o que for, mas algo me diz que as forças do Universo estão conspirando para que Seu Ivanildo consiga o que deseja. Algo que diz que, aparecerá um alguém que queira ir atrás de um advogado que DESAPARECEU DO MAPA com os 250 "mil" reais do Seu Ivanildo. Se você sente que pode influenciar na vida deste homem, pule à etapa dois: MISSÃO A CUMPRIR.

Vale tentar... não é uma obrigação. É CARIDADE. Ou compaixão... solidariedade, talvez. Oportunismo, diriam outros. Enfim... fiz e tá tudo aí! Eu poderia estar matando, poderia estar roubando, mas não: tô fazendo vídeo no Windows Movie Maker (ah... me aguardem... em breve galgarei um degrau na escala profissional de movie-maker-maníaca! Me disseram que é um tal de "Vegas"? Não o da Augusta... *gracinha barata).

Ah, aliás... seria TÃO BOM se pudéssemos fundar um clubinho dos Movie Maker Maníacos, hein? Que tal? Me encarrego de enviar, via correio, todas as carteirinhas dos sócios (assim que a greve dos correios acabar, é claro! Ou já acabou?). E podemos criar temas quinzenais. Ou quiçá mensais. E criar um canal próprio. Ou então tudo livre, como na extinta A.L.I. (Associação Livre de Idéias) ou então a global Verbaliza National. "Ou não", como diz "o outro" (quem?).

Nenhum comentário: