Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia, atriz. Em 2018 estreia na série “Assédio” (Rede Globo), “África da Sorte” (TV Brasil), “Onde quer que você esteja” (longa), “Flores do Cárcere” (longa), “15 segundos” (longa), “Causa Mortis” (curta). Formada na Faculdade de Comunicação Social; curso técnico profissionalizante de Teatro (SP); curso superior na University of the West Indies (Trinidad & Tobago). 6 séries de TV (“Sob Pressão”/ Rede Globo; “A Mulher do Prefeito”/ Rede Globo); em cinema, 7 longas (“As Melhores Coisas do Mundo”/ Laís Bodanzky; “Bruna Surfistinha”); 10 curtas; 9 espetáculos teatrais; 10 campanhas (como apresentadora); 15 comerciais (publicidade, institucionais) e 8 videoclipes. Inglês fluente, francês avançado. Também diretora, roteirista e montadora de 5 curtas: “Aqui Jaz” (prêmio ‘melhor atriz de curta’ p/ Brenda Ligia no CinePE 2017), “Rabutaia”, entre outros. Contato: brenda.ligia@hotmail.com

7 de agosto de 2016

Mulheres no Audiovisual


Atriz Brenda Ligia durante gravação
com o Movimento "Mulheres no Audiovisual PE"
Esta semana tive a oportunidade de trabalhar com o Movimento Mulheres no Audiovisual PE, cujo brilhante trabalho vem inspirando gente e ajudando na mudança deste mundo machista. Todo o respeito e admiração por estas Mulheres gigantes, com quem aprendo todos os dias!

Foi minha primeira vez num set exclusivamente feminino (e feminista); nossa luta numa sintonia tão única e linda! Agradeço por atuar em mais um filme do Movimento, rodeada por essa força (talento e ativismo) que nos une. Obrigada ao Ateliê Produções
Resultado? Nosso filme terá exibição segunda-feira, 08 de agosto, às 19h, no Cinema São Luiz (Recife), na "Sessão Especial: 10 anos da Lei Maria da Penha". 

Um set exclusivamente feminino
O evento, gratuito, propõe o debate sobre a atual conjuntura através de filmes que abordam a temática da violência contra a mulher, sendo um espaço de encontro para realizadoras, militantes e público. 
O congresso brasileiro está votando mudanças na lei Maria da Penha sem o amplo debate e escuta com a sociedade e movimento de mulheres. Após 10 anos de muitas conquistas e lutas, a lei está sofrendo um golpe institucional. Não nos calaremos!



VAMOS NESSA?

Onde: Cinema São Luiz (Recife)
Quando: 08 de agosto, segunda-feira.
Hora: 19h.
Entrada: gratuita.
Exibição dos curta-metragens:
-"Quem Matou Eloá?" de Lívia Perez,
-E lançamento de nova produção do Mulheres no Audiovisual PE (com Brenda Ligia).
MULHERES NO AUDIOVISUAL PE: Tábata de Moraes, Laíse Queiroz, 
Juliana Lima, Andrea Ferraz, Brenda Ligia, Bruna Leite, 
Silvia Góes, Migli, Cecília da Fonte e Maria Cardozo. 

MULHERES NO AUDIOVISUAL PE: Tábata de Moraes, Laíse Queiroz, Juliana Lima, Andrea Ferraz, Brenda Ligia, Bruna Leite, Silvia, Migli, Cecília da Fonte e Maria Cardozo (agachadas). 

*Maria da Penha, que deu origem à lei número 11.340, foi vítima de violência doméstica durante 23 anos de casamento. Em 1983, seu marido, o professor Marco Antonio Viveros, tentou matá-la duas vezes. Na primeira vez, ele simulou um assalto e atirou na mulher enquanto ela estava deitada, de costas. Maria da Penha sobreviveu, mas ficou paraplégica. Na segunda tentativa de homicídio, o homem tentou eletrocutá-la durante o banho, imagina. Ela sobreviveu, mas tantas outras não conseguem... por isso, mexeu com uma, mexeu com todas!

Nenhum comentário: