Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia, atriz. Em 2018 estreia na série “Assédio” (Rede Globo), “África da Sorte” (TV Brasil), “Onde quer que você esteja” (longa), “Flores do Cárcere” (longa), “15 segundos” (longa), “Causa Mortis” (curta). Formada na Faculdade de Comunicação Social; curso técnico profissionalizante de Teatro (SP); curso superior na University of the West Indies (Trinidad & Tobago). 6 séries de TV (“Sob Pressão”/ Rede Globo; “A Mulher do Prefeito”/ Rede Globo); em cinema, 7 longas (“As Melhores Coisas do Mundo”/ Laís Bodanzky; “Bruna Surfistinha”); 10 curtas; 9 espetáculos teatrais; 10 campanhas (como apresentadora); 15 comerciais (publicidade, institucionais) e 8 videoclipes. Inglês fluente, francês avançado. Também diretora, roteirista e montadora de 5 curtas: “Aqui Jaz” (prêmio ‘melhor atriz de curta’ p/ Brenda Ligia no CinePE 2017), “Rabutaia”, entre outros. Contato: brenda.ligia@hotmail.com

17 de maio de 2015

RABUTAIA



Muitas vezes eu penso: "isso daria um filme". Um dia, com essa ideia na cabeça e câmera à obra, imagine: fizemos um filme. Quase caseiro, mas ainda assim, um filme. Desses do tipo documentário: tudo verdade. Quando você tiver oito minutos livres, por favor, assista nosso "RABUTAIA".
RABUTAIA (direção, roteiro e edição: Brenda Ligia) from Brenda Ligia on Vimeo.
Direção, Roteiro e Edição: Brenda Ligia Miguel
Com: Gilson Silva, Diva Miguel & família
Direção de Fotografia: Marcelo Pinheiro
Correção de Cor: Cristiano Lemos
Música: Gustavo DA Lua e Ricardo Miguel
https://vimeo.com/97046643
(ENGLISH SUBTITLES / LEGENDAS EM INGLÊS)


-Prêmio Especial Link Digital no festival de cinema Cine Pe 2014

-Estreia internacional com exibição no Golden Orchid International Festival em 2014 (Pensilvânia, E.U.A.)

"Pura linguagem e pura política. Amei".
Luiz Carlos Merten, Estadão

"'Rabutaia' foi um dos poucos filmes que conseguiram se destacar no festival".
Carlos Helí de Almeida, O Globo

******************
"Orson Welles, provavelmente mentindo, afirma que na verdade: 'um filme, além de morto, não está nem muito fresco. Vem numa luta. Fazer um filme leva tempo. O filme que estreia na semana que vem é do ano passado'. É um fato. Mas nós, que nos sentamos no escuro para seu velório, sempre o ressuscitamos. E quando isso acontece, que bela eternidade ele nos dá para o que sobrar do dia. Experimente."
José Wilker

Nenhum comentário: