Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival Cine PE 2017 (Mostra Curtas PE). Estreias em 2017: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa da Macondo Filmes/SP); “Causa Mortis” (curta da LRJ Filmes/PE), “Sob Pressão” (série da Rede Globo/ direção: Andrucha Waddington) e “África da Sorte” (série da TV Brasil/direção: Renata Pinheiro). Brenda está nos longas "Todas as Cores da Noite" (Pedro Severien), "As Melhores Coisas do Mundo" (Laís Bodanzky), "Sangue Azul" (Lírio Ferreira), "Bruna Surfistinha" (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão "A Mulher do Prefeito" (Rede Globo), "Beleza S/A" (GNT), "9mm SP" (Fox), "Somos Um Só" (TV Cultura). Também é apresentadora e videomaker. Protagonizou comerciais e videoclipes musicais. Estudou no Teatro Escola Macunaíma/SP; atuou em comédias, musicais, infantis e dramas. Foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida!”. É formada em Comunicação Social pela Faculdade Oswaldo Cruz/SP, cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

4 de outubro de 2011

Na luta contra o câncer

Clique AQUI para assistir ao comercial do centro de oncologia.
Atriz: Brenda Ligia - direção: Tarcísio Duarte. Governo de Sergipe.


"Junte uma boa dose de amor, afeto, e carinho.
Acrescente uma porção de solidariedade, dedicação, respeito e humanidade..."
Pedrinho, eu, Jennifer e tia Carminha jogando dominó, depois da quimioterapia.

Na ala infantil do centro de oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe, eu brincava com as crianças em tratamento contra o câncer enquanto a equipe ajustava luz, trilhos e etc.
A brincadeira, passo a passo, era assim: Mariana amarrava a borrachinha no braço da tia (eu), Vítor passava o algodão com álcool, Fernandinho (um guerreiro carequinha) aplicava injeção com a seringa, enquanto Carla segurava na minha mão livre ("pro dodói não doer", me explicou). Eu chorava, e eles riam. Criança é uma delícia!

Impossível não se emocionar acompanhando os depoimentos das mães entrevistadas... em cada palavra, a esperança de vencer a luta dos seus bebês contra o maldito câncer. Em comum, a vitória e o sorriso lacrimejante (meu, inclusive).

Como me disse a doutora Rute, que trabalha ali desde sempre: "eles trabalham não somente para ajudar na cura, mas também para servir de porto seguro no momento mais difícil da vida daquelas pessoas". Um sorriso, um abraço, um carinho... é mesmo muito bonito esse dom de servir para amenizar a dor do próximo. Foi uma experiência lindamente transformadora.

2 comentários:

Anônimo disse...

Tá trabalhando pra caramba, né, DáLígia? Saudade docê, sá!

beijos,
NáMaria

Dani Cristin disse...

Que legal seu blog e seu trabalho.Solidariedade acima de tudo sim!!Adorei!

Beijos e boa sorte nos próximos trabalhos.