Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival CinePE 2017. Estreias: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa/ Macondo Filmes SP); “Causa Mortis” (curta/ LRJ Filmes), “África da Sorte” (série/ TV Brasil), “15 Segundos” (longa/ prod.: Antonio Fagundes). Brenda está nos longas “Todas as Cores da Noite” (Pedro Severien), “As Melhores Coisas do Mundo” (Laís Bodanzky), “Sangue Azul” (Lírio Ferreira), “Bruna Surfistinha” (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão “Sob Pressão” (Rede Globo), “A Mulher do Prefeito” (Rede Globo), “Beleza S/A” (GNT), “9mmSP” (Fox), “Somos Um Só” (TV Cultura). Formada em Comunicação Social na Faculdade Oswaldo Cruz/ SP. Cursou Técnico Profissionalizante em Teatro no Teatro Escola Macunaíma/SP. Em Teatro, foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida”. Cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). Idiomas: Português, Inglês, Francês. Publicidade: Vivo, Santander, Sebrae, Coca-Cola, Mc Donald’s, Nossa Caixa, Nestlé, Nextel. Também APRESENTADORA e videomaker. CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

25 de julho de 2009

Junio Barreto

Abençoada seja a operadora do telefone celular do grande amigo Junio Barreto, que recebeu R$900,00 de créditos para falar à vontade (sim, eu disse NOVECENTOS REAIS, aff!)

(PAUSA: MEU TELEFONE TOCA, triiiim, triiiiim!)
Isso fez com que ficássemos, agora há pouco, pendurados aos nossos aparelhos móveis, como duas comadres festivas que tricotam na varanda, numa tarde chuvosa de sábado em São Paulo.

(TARDE DE CHUVA, TUDO NUBLADO, chuá, chuá!)
Deu saudade... e nostalgia.

A conversa surfou pela tangente:
Cumprimentos saudosos- os reis preguiçosos - trabalho - gripe suína (Tamiflu e afins) - máquinas de impressão 3D (bonequinhos coloridos)- cana (Mercearia e genéricos) - Paris - Austrália - passado (bip e/ou pager) - futuro - facebook - música - meia-calça - pedofilia - Voyage Voyage...

(RISOS, MUITOS RISOS. Ó, quanta alegria!)
E quando desligamos, percebi que estava, visivelmente, mais feliz da vida!
VIVA A AMIZADE!

Nenhum comentário: