Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival Cine PE 2017 (Mostra Curtas PE). Estreias em 2017: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa da Macondo Filmes/SP); “Causa Mortis” (curta da LRJ Filmes/PE), “Sob Pressão” (série da Rede Globo/ direção: Andrucha Waddington) e “África da Sorte” (série da TV Brasil/direção: Renata Pinheiro). Brenda está nos longas "Todas as Cores da Noite" (Pedro Severien), "As Melhores Coisas do Mundo" (Laís Bodanzky), "Sangue Azul" (Lírio Ferreira), "Bruna Surfistinha" (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão "A Mulher do Prefeito" (Rede Globo), "Beleza S/A" (GNT), "9mm SP" (Fox), "Somos Um Só" (TV Cultura). Também é apresentadora e videomaker. Protagonizou comerciais e videoclipes musicais. Estudou no Teatro Escola Macunaíma/SP; atuou em comédias, musicais, infantis e dramas. Foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida!”. É formada em Comunicação Social pela Faculdade Oswaldo Cruz/SP, cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

2 de junho de 2009

Imagine

...um jovem rapaz carioca, com passagem marcada e malas prontas para viajar. Resolve checar seu passaporte e... surpresa: vencido há mais de 2 meses. Cancela sua reserva, 1 hora antes do check in. Dorme.
No dia seguinte, vê inúmeras ligações perdidas no seu celular. Liga a TV e descobre que nasceu de novo. Graças à desorganização? Ou destino? Acaso? Se nem Deus explica, imagina Freud... sem chance.
Air France. Sem palavras. Tristeza pelas vítimas, pelas famílias desamparadas. Putz... como a gente é pequeno. Demais. Não consegui assistir ao noticiário, senão eu choro. Triste, triste, triste... e eu, tosquinha, preocupada com "dieta já". Aff.

2 comentários:

Priscilla disse...

Pois é nega... Pequenas fraquezas humanas nos fazem esquecer o quão pouco nós somos. Mas ainda quero emagrecer... (Tô neurótica, com ideia fica). Beijos.

Mayra disse...

Mamãe...

e eu, que acordei com a sensação de:
"o possível amor da minha vida viaja daqui a 3 horas, exatamente 8 horas após o acidente no mesmo avião, da mesma companhia? Acaso? destino?Não poderia ser o dele?"