Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia, atriz. Em 2018 estreia na série “Assédio” (Rede Globo), “África da Sorte” (TV Brasil), “Onde quer que você esteja” (longa), “Flores do Cárcere” (longa), “15 segundos” (longa), “Causa Mortis” (curta). Formada na Faculdade de Comunicação Social; curso técnico profissionalizante de Teatro (SP); curso superior na University of the West Indies (Trinidad & Tobago). 6 séries de TV (“Sob Pressão”/ Rede Globo; “A Mulher do Prefeito”/ Rede Globo); em cinema, 7 longas (“As Melhores Coisas do Mundo”/ Laís Bodanzky; “Bruna Surfistinha”); 10 curtas; 9 espetáculos teatrais; 10 campanhas (como apresentadora); 15 comerciais (publicidade, institucionais) e 8 videoclipes. Inglês fluente, francês avançado. Também diretora, roteirista e montadora de 5 curtas: “Aqui Jaz” (prêmio ‘melhor atriz de curta’ p/ Brenda Ligia no CinePE 2017), “Rabutaia”, entre outros. Contato: brenda.ligia@hotmail.com

4 de setembro de 2014

"A História de Mim" no jornal

Geralmente não sou do tipo que, estando num lugar, fica querendo estar em outro; mas esta noite, confesso, adoraria estar no meu Recife para prestigiar a abertura da exposição “A história de mim”, de Fabiana Moraes (profissional de altíssimo nível literário por quem tenho grande admiração). É uma honra participar deste projeto único, que saiu direto do Jornal do Commercio (versão impressa e online) para o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM), onde ficará em exposição até 2 de novembro. Aproveitem! E a visitação é gratuita.

"A História de Mim" no Jornal
Para divulgar o trabalho, o Caderno de Cultura publicou esta foto de quando eu era uma menininha black power de 5 anos de idade. Foi tirada pelo meu pai, meu herói... o homem mais íntegro, inteligente, honesto, trabalhador, simples, forte, responsável e guerreiro que conheci nesta vida. Desde a infância, papai sempre foi nossa base sólida. Pra mim e meus irmãos, um grande exemplo de vida. Mais que um pai: um amigo conselheiro com quem podemos contar, nos bons e maus momentos, desde sempre. Foi ele quem nos ensinou, junto com mamãe, a ser mais “gente”, a lutar pelo que se acredita, com pé no chão, respeitando o próximo e tentando ser melhor a cada dia.

Feliz de quem tem um pai como o meu! Harmonia perfeita entre afeto e rigor. Ele cavava buracos na areia pra me ajudar a construir os mais imponentes castelos. Botava o despertador pra 2:30h da manhã para me buscar nas festinhas, e ainda dava carona pras amigas da escola. Sempre insistiu para que fizéssemos inglês, francês, música, faculdade... Nos levava pra passear na Disney, em Nova Iorque, no Caribe, na Europa... Foi dele que herdamos a visão de mundo, o amor à família, a atitude perante a vida e as características genéticas. Só não herdamos os olhos da cor verde-esmeralda do negro mais bonito do Brasil (por dentro e por fora): meu pai, Sr. Paulo Miguel, com muito orgulho. Para sempre, muito grata por tudo, papai.

PARA LER:
http://especiais.jconline.ne10.uol.com.br/ahistoriademim/brenda
PARA ASSISTIR:

Nenhum comentário: